O futuro do cooperativismo em MT
O Sistema OCB/MT investe em novas lideranças Cuiabá (MT), 19 de julho de 2017 - Pensando no futuro e investindo no presente, a Organização das Cooperativas Brasileiras de Mato Grosso - Sistema OCB/MT
Foto de Capa

 

O futuro do cooperativismo em MT  
O Sistema OCB/MT investe em novas lideranças  
Cuiabá (MT), 19 de julho de 2017 - Pensando no futuro e investindo no presente, a Organização das Cooperativas Brasileiras de Mato Grosso - Sistema OCB/MT, através do Sescoop/MT, prepara os filhos dos cooperados para a sucessão familiar e das cooperativas mato-grossenses. Essa preparação está sendo realizada através de diversos programas, sendo um deles o curso de Formação de Líderes Cooperativistas, com um olhar na sustentabilidade do negócio. 
"Mais do que pensar o futuro, estamos pensando o presente, pois esses jovens estão saindo do seu processo de formação, e muitos deixam de ter uma perspectiva de mercado, de ocupação, sobre a forma de emprego tradicional. Assim, sinalizamos outra perspectiva para esses jovens, que são os filhos de associados, ligados à área de produção, para que possam pensar e planejar sua vida como empreendedores individuais, olhando para a propriedade de seus pais, como um negócio rentável", pondera o superintendente do Sistema OCB/MT, Adair Mazotti.
Mazotti enfatiza, que "o grande objetivo do Sistema OCB/MT é sinalizar às famílias atuais, que existe perspectiva sim de se ganhar dinheiro em suas propriedades rurais e que a cooperação é um grande modelo para tornar isso possível. Estamos estimulando esses jovens, essas famílias a pensar de modo diferente, sair da caixinha, do modelo tradicional do emprego, e de que não é preciso deixar o campo e ir para a capital, para ter sucesso". 
Para atender essa necessidade, a Organização das Cooperativas Brasileiras de Mato Grosso, conta com o modelo de Formação Profissional orientado pelas diretrizes de seu Planejamento Estratégico, com o curso de Formação de Líderes Cooperativos. No período de 18 a 20 deste mês de julho, o curso está sendo realizado em parceria com a Cooperativa Agropecuária Mista Terranova - Coopernova com a participação de mais de 40 cooperados e seus filhos.
 A Coopernova fica no município de Terra Nova do Norte, a 700 quilômetros de Cuiabá (MT), e atua em 10 cidades da região Norte (Terra Nova do Norte, Nova Guarita, Peixoto de Azevedo, Nova Santa Helena, Colíder, Guarantã do Norte, Matupá, Novo Mundo, Itaúba e Nova Canaã do Norte). Conta com 2.500 associados, que são produtores de leite, frutas, ovinos, cereais entre outros produtos, que são industrializados pela cooperativa. Seu parque industrial tem a capacidade de industrializar 200 mil litros de leite/dia, 3 mil quilos de frutas/hora e 10 mil toneladas de ração e suplementos minerais/hora. 
Para o presidente da Coopernova, Daniel Robson Silva, a educação é o principal caminho a ser trilhado para dar sustentabilidade à cooperativa. Ele analisa que "estamos trabalhando o futuro, a sustentabilidade da cooperativa com jovens lideranças que vão fazer o futuro da cooperativa. Nós precisamos investir nas futuras lideranças. A cooperativa é em âmbito regional, importante para a economia da região, então precisamos de pessoas preparadas, que tenham espírito cooperativista e que conheçam o sistema cooperativo, para que ela possa continuar".
O curso de Formação de Líderes é dividido em 04 módulos, que serão aplicados em quatro encontros, no período de julho a outubro. Na programação constam informações para que os jovens tenham responsabilidade e segurança ao tomar decisões por meio de processos modernos da administração, buscando o máximo do potencial para apreensão destes conhecimentos, visando à agregação de resultados (lucratividade), com melhor qualidade de vida, por meio de uma liderança autêntica, dinâmica e criativa. 
O instrutor do primeiro módulo é o professor e consultor Juacir João Wischneski, que explica como essa formação interfere diretamente na continuidade da cooperativa. "Estamos formando não só lideranças, mas também o futuro da cooperativa. Acredito que são a partir dos jovens e dos líderes, que nem sempre tão jovens, é que formaremos os futuros membros dos conselhos administrativos e fiscais, dos comitês, os próximos presidentes, e esse curso já dá uma base para esse processo. Eles começam a entender de que são os sucessores das propriedades e sucessores na cooperativa. Essas duas coisas precisam ser pensadas ao mesmo tempo, pois a cooperativa passa a ser a continuidade do processo produtivo dessas famílias em suas propriedades rurais". 
Fonte: http://www.ocbmt.coop.br/TNX/conteudo.php?sid=44&cid=4282

O futuro do cooperativismo em MT

O Sistema OCB/MT investe em novas lideranças  Cuiabá (MT), 19 de julho de 2017 - Pensando no futuro e investindo no presente, a Organização das Cooperativas Brasileiras de Mato Grosso - Sistema OCB/MT, através do Sescoop/MT, prepara os filhos dos cooperados para a sucessão familiar e das cooperativas mato-grossenses. Essa preparação está sendo realizada através de diversos programas, sendo um deles o curso de Formação de Líderes Cooperativistas, com um olhar na sustentabilidade do negócio. 

"Mais do que pensar o futuro, estamos pensando o presente, pois esses jovens estão saindo do seu processo de formação, e muitos deixam de ter uma perspectiva de mercado, de ocupação, sobre a forma de emprego tradicional. Assim, sinalizamos outra perspectiva para esses jovens, que são os filhos de associados, ligados à área de produção, para que possam pensar e planejar sua vida como empreendedores individuais, olhando para a propriedade de seus pais, como um negócio rentável", pondera o superintendente do Sistema OCB/MT, Adair Mazotti.

 Mazotti enfatiza, que "o grande objetivo do Sistema OCB/MT é sinalizar às famílias atuais, que existe perspectiva sim de se ganhar dinheiro em suas propriedades rurais e que a cooperação é um grande modelo para tornar isso possível. Estamos estimulando esses jovens, essas famílias a pensar de modo diferente, sair da caixinha, do modelo tradicional do emprego, e de que não é preciso deixar o campo e ir para a capital, para ter sucesso". 

Para atender essa necessidade, a Organização das Cooperativas Brasileiras de Mato Grosso, conta com o modelo de Formação Profissional orientado pelas diretrizes de seu Planejamento Estratégico, com o curso de Formação de Líderes Cooperativos. No período de 18 a 20 deste mês de julho, o curso está sendo realizado em parceria com a Cooperativa Agropecuária Mista Terranova - Coopernova com a participação de mais de 40 cooperados e seus filhos. 

A Coopernova fica no município de Terra Nova do Norte, a 700 quilômetros de Cuiabá (MT), e atua em 10 cidades da região Norte (Terra Nova do Norte, Nova Guarita, Peixoto de Azevedo, Nova Santa Helena, Colíder, Guarantã do Norte, Matupá, Novo Mundo, Itaúba e Nova Canaã do Norte). Conta com 2.500 associados, que são produtores de leite, frutas, ovinos, cereais entre outros produtos, que são industrializados pela cooperativa. Seu parque industrial tem a capacidade de industrializar 200 mil litros de leite/dia, 3 mil quilos de frutas/hora e 10 mil toneladas de ração e suplementos minerais/hora. 

Para o presidente da Coopernova, Daniel Robson Silva, a educação é o principal caminho a ser trilhado para dar sustentabilidade à cooperativa. Ele analisa que "estamos trabalhando o futuro, a sustentabilidade da cooperativa com jovens lideranças que vão fazer o futuro da cooperativa. Nós precisamos investir nas futuras lideranças. A cooperativa é em âmbito regional, importante para a economia da região, então precisamos de pessoas preparadas, que tenham espírito cooperativista e que conheçam o sistema cooperativo, para que ela possa continuar".

O curso de Formação de Líderes é dividido em 04 módulos, que serão aplicados em quatro encontros, no período de julho a outubro. Na programação constam informações para que os jovens tenham responsabilidade e segurança ao tomar decisões por meio de processos modernos da administração, buscando o máximo do potencial para apreensão destes conhecimentos, visando à agregação de resultados (lucratividade), com melhor qualidade de vida, por meio de uma liderança autêntica, dinâmica e criativa. 

O instrutor do primeiro módulo é o professor e consultor Juacir João Wischneski, que explica como essa formação interfere diretamente na continuidade da cooperativa. "Estamos formando não só lideranças, mas também o futuro da cooperativa. Acredito que são a partir dos jovens e dos líderes, que nem sempre tão jovens, é que formaremos os futuros membros dos conselhos administrativos e fiscais, dos comitês, os próximos presidentes, e esse curso já dá uma base para esse processo. Eles começam a entender de que são os sucessores das propriedades e sucessores na cooperativa. Essas duas coisas precisam ser pensadas ao mesmo tempo, pois a cooperativa passa a ser a continuidade do processo produtivo dessas famílias em suas propriedades rurais".

Fonte: http://www.ocbmt.coop.br/TNX/conteudo.php?sid=44&cid=4282

Mais Fotos Mais Fotos Mais Fotos